Mãe

Mãe eu sinto Deus no fundo desse seu olhar,
e na forma simples e tão pura de me amar,
no modo de se entregar, na batalha pelos seus,
este sentimento é um dom que vem de Deus.

Um só gesto basta para tanto me ensinar,
seu silêncio, suas palavras são pra se guardar,
quero sempre honrar você,
meu respeito vou lhe dar,
sei que para sempre nós iremos nos amar.

No aperto de suas mãos eu sinto tanta comunhão,
fruto de uma tão antiga e doce relação,
no aperto de suas mãos eu sinto paz e proteção,
sinto as mãos de Deus por sobre suas mãos.

Um só gesto basta para tanto me ensinar,
seu silêncio, suas palavras são pra se guardar,
mãe eu quero honrar você, meu respeito vou lhe dar,
mesmo em momentos que à gente discordar.

Letra:CristinaMel


"Mãe pra sempre vou te amar!"

Parabéns pelo seu dia.
By Ráah ♡


Havia um certo Rei que tinha 4 Esposas.
Ele amava a 4ª esposa demais e vivia dando-lhe lindos presentes, jóias e roupas caras. Ele dava-lhe de tudo e sempre do melhor.
Ele também amava muito sua 3ª esposa e gostava de exibi-la aos reinados vizinhos. Contudo, ele tinha medo que um dia, ela o deixasse por outro rei.
Ele também amava sua 2ª esposa. Ela era sua confidente e estava sempre pronta para ele, com amabilidade e paciência. Sempre que o rei tinha que enfrentar um problema, ele confiava nela, para atravessar esses tempos de dificuldade.
A 1ª esposa era uma parceira muito leal e fazia tudo que estava ao seu alcance para manter o rei muito rico e poderoso, ele e o reino.
Mas... ele não amava a 1ª esposa, e apesar dela o amar profundamente, ele mal tomava conhecimento dela.
Um dia, o rei caiu doente e percebeu que seu fim estava próximo. Ele pensou em toda a luxúria da sua vida e ponderou:
- É... agora eu tenho 4 esposas comigo, mas quando eu morrer, eu ficarei sozinho.
Então, ele perguntou à 4ª esposa:
Eu te amei tanto, querida. Te cobri das mais finas roupas e jóias. Mostrei o quanto eu te amava, cuidando bem de você. Agora que eu estou morrendo, você é capaz de morrer comigo, para não me deixar sozinho?
- De jeito nenhum! - respondeu a 4ª esposa e saiu do quarto sem se quer olhar para trás.
A resposta que ela deu cortou o coração do rei como se fosse uma faca afiada.

Tristemente o rei, então, perguntou à 3ª esposa:
- Eu também te amei tanto a vida inteira. Agora que eu estou morrendo, você é capaz de morrer comigo, para não me deixar sozinho?
- Não !!! - respondeu a 3ª esposa. - A vida é boa demais!!!
Quando você morrer, eu vou é... casar de novo.
O coração do rei sangrou e gelou de tanta dor.

Ele perguntou, então, à 2ª esposa:
- Eu sempre recorri a você quando precisei de ajuda e você sempre esteve ao meu lado. Quando eu morrer você será capaz de morrer comigo, para me fazer companhia?
- Sinto muito, mas desta vez eu não posso fazer o que você me pede! - respondeu a 2ª esposa. - O máximo que eu posso fazer é enterrar você.
Essa resposta veio como um trovão na cabeça do rei e ele ficou arrasado.

Daí, uma voz se fez ouvir:
- Eu partirei com você e o seguirei por onde você for...
O rei levantou os olhos e lá estava a sua 1ª esposa, tão magrinha, tão mal nutrida, tão sofrida.Com o coração partido, o rei falou:
- Eu deveria ter cuidado muito melhor de você, enquanto eu ainda podia...

Na verdade, nós todos temos 4 esposas nas nossas vidas.
Nossa 4ª esposa é o nosso corpo. Apesar de todos os esforços que fazemos para mantê-lo saudável e bonito, ele nos deixará, quando morrermos.

Nossa 3ª esposa são as nossas posses, as nossas propriedades, as nossas riquezas. Quando morremos, tudo isso vai para os outros.

Nossa 2ª esposa são nossa família e nossos amigos. Apesar de nos amarem muito e estarem sempre nos apoiando, o máximo que eles podem fazer é nos enterrar.

E nossa 1ª esposa é a nossa ALMA... Muitas vezes deixada de lado por perseguirmos, durante a vida toda, a riqueza, o poder e os prazeres do nosso ego.
Apesar de tudo, nossa Alma é a única coisa que sempre irá conosco, não importa onde formos.

By Ráàh
Era uma vez um jovem que recebeu do rei a tarefa de levar uma mensagem e alguns diamantes a outro rei de uma terra distante.

Recebeu também o melhor cavalo do reino para carregá-lo na jornada.

Cuida do mais importante e cumprirás a missão! Disse o soberano ao se despedir.

Assim, o jovem preparou o seu alforje. Escondeu a mensagem na bainha da calça e colocou as pedras numa bolsa de couro amarrada na cintura, por baixo das vestes.

Pela manhã, bem cedo, sumiu no horizonte. E não pensava sequer em falhar. Queria que todo o reino soubesse que era um nobre e valente rapaz, pronto para desposar a princesa. Aliás, esse era o seu sonho e parecia que a princesa correspondia às suas esperanças.

Para cumprir rapidamente sua tarefa, por vezes deixava a estrada e pegava atalhos que sacrificavam sua montaria. Dessa forma, exigia o máximo do animal. Quando parava em uma estalagem, deixava o cavalo ao relento, não lhe tirava a sela nem a carga, tampouco se preocupava em lhe dar de beber ou comer.

Assim, meu jovem, acabas perdendo o animal, disse alguém.

Não me importo, respondeu ele. Tenho dinheiro. Se este morrer, compro outro. Nenhuma falta fará!

Com o passar dos dias e sob tamanho esforço, o pobre animal não suportou mais os maus tratos e caiu morto na estrada. O jovem simplesmente o amaldiçoou e seguiu o caminho a pé. Mas como naquela região havia poucas fazendas e eram muito distantes uma das outras, em poucas horas o moço se deu conta da falta que lhe fazia o animal.

Estava exausto e sedento. Já tinha deixado pelo caminho toda a tralha, com exceção das pedras, pois lembrava da recomendação do rei: "cuida do mais importante!" Seu passo se tornou curto e lento e as paradas, freqüentes e longas.

Como sabia que poderia cair a qualquer momento e temendo ser assaltado, escondeu as pedras no salto de sua bota.

Mais tarde, caiu exausto no pó da estrada onde ficou desacordado por longo tempo. No entanto, uma caravana de mercadores que seguia viagem para o seu reino, o encontrou e cuidou dele.

Quando o jovem recobrou os sentidos, estava de volta em sua cidade. Imediatamente foi ter com o rei para contar o que havia acontecido e sem remorso jogou toda a culpa do insucesso no cavalo "fraco e doente" que recebera.

Porém, majestade, conforme me recomendaste, "cuida do mais importante", aqui estão as pedras que me confiaste. Devolvo-as a ti. Não perdi uma sequer.

O rei as recebeu de suas mãos com tristeza e o despediu, mostrando completa frieza diante de seus argumentos.

Abatido, o jovem deixou o palácio arrasado. Em casa, ao tirar a roupa suja, encontrou na bainha da calça a mensagem do rei, que dizia: "Ao meu irmão, rei da terra do norte! O jovem que te envio é candidato a casar com minha filha. Esta jornada é uma prova. Dei a ele alguns diamantes e um bom cavalo.

Recomendei que cuidasse do mais importante. Faz-me, portanto, este grande favor e verifica o estado do cavalo. Se o animal estiver forte e viçoso, saberei que o jovem é fiel e sabe reconhecer quem o auxilia na jornada.

Se, porém, perder o animal e apenas guardar as pedras, não será um bom marido nem rei, pois terá olhos apenas para o tesouro do reino e não dará importância à rainha nem àqueles que o servem".

Comparo esta estória com o ser humano que segue sua jornada na vida, tão preocupado com seu exterior, isto é, com os bens, que tudo guarda como se fosse ouro, esquecendo de alimentar também a sua alma e o seu espírito com alegria e amor de Deus. Certamente não cumprirá a missão, já que não sabe guardar o que é mais importante.
Antes que seja tarde,preocupe-se em; será que estou no caminho que me leva a Deus?


Pense nisto.
De 22 à 28 de fevereiro de 2010


Programação

Dias 22 e 23 -
Preletor: Pr.Ângelo Galvão
Louvor: Juliana Reame

Dias 24 e 25 -
Preletor: Pr.Gilmar Santos
Louvor: Damares

Dia 26 -
Preletor: Pr.João Barbosa
Louvor: Lauriete

Dias 27 e 28 -
Preletor: Pr.Geziel Gomes
Louvor: Marcelo Dias & Fabiana,Elton Machado e Vivianny

Local: Centro de Eventos / AD.Campo Bom - RS
Av.dos Municípios,2040 / Campo Bom - RS
Faça sua caravana e participe.
Um assaltante desistiu de roubar uma loja em Frisco, no estado americano do Texas, depois que a caixa o mandou sair do estabelecimento “em nome de Jesus”.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
De acordo informações da emissora de TV KDFW Fox 4, depois que o bandido pediu dinheiro, Marian Chadwick o encarou e disse “Em nome de Jesus, saia da minha loja. Eu ligo você com o poder do Espírito Santo”. O ladrão, que estava armado e mascarado, recuou devagarinho até sair correndo do local sem levar nada.






Fonte: G1
Aí vai a realidade do AMOR.



Ela queria ele,ele queria ela e outras.

Ela sofria,ele nem ligava.

Ela chorava,ele ria.

Ela falava,ele não ouvia.

Ele mentia,ela acreditava.

Ela o esperava,ele não voltava.

Ela queria coisa séria,ele só queria se divertir.

Ela sorria pra ele,ele ria dela.

Ela acreditava em tudo que ele dizia,ele dizia a mesmo pras outras.

Ela se iludia,ele alimentava a ilusão.

Ela esperava por ele,ele já estava está em outra.

Ela ama,ele gosta.

Ela fazia tudo por ele,ele dizia não se contentar com tão pouco.

Ela achava que ia dar certo,ele tinha certeza que ia dar errado.

Ela queria pra sempre,ele só por um momento.

Ela se entregava,ele evitava.

Ela falava:Eu te amo,ele apenas sorria e não revelava.

Ela procurava o principe,ele procurava a próxima.

Ela queria ELE,ele queria UMA.

Ele descobriu que ela é a "ÚNICA",e ela descobriu que ele é só mais "UM"!

Obg my God!
As areias de Copacabana, templo da maior festa de fim de ano do mundo, receberam milhares de fiéis nesta terça-feira, durante as celebrações em homenagem a Iemanjá. E a praia mostrou que o casamento entre religião e democracia é possível.
Diante de 20 mil pessoas, a cantora Ângela Thomaz, de 40 anos, celebrou sua união em uma cerimônia afro com o sargento Antonio Silva Junior, de 47 anos. Criado na religião evangélica, o noivo realizou o sonho da mulher.
— Estamos juntos há 13 anos e nos casamos há dez no civil e no religioso, na Igreja Católica e na Evangélica. Agora, renovamos votos. Foi o meu presente — contou Ângela, que é umbandista.
Para Antonio, o importante é a fé. — Somos todos filhos de Deus. Não tem por que haver intolerância religiosa. É para Deus que cada um vai prestar contas — pregava o noivo.
Barcos com oferendas
Do Mercadão de Madureira, partiram cerca de 20 ônibus, que levaram os fiéis ao Posto 4, onde foi celebrada a união, com festa ao som dos atabaques e cânticos afro. Cerca de oitenta barcos com oferendas foram entregues ao mar. Para não poluir as águas, todos os objetos de plástico e de vidro foram doados. Já a Congregação Espírita Umbandista do Brasil reuniu cerca de dez terreiros em uma festa que atraiu milhares de religiosos. A forte chuva foi vista como bênção.
— A chuva é sinal de Oxalá, que abranda corações e esfria as cabeças. O ano será de Oxalá e Iemanjá, orixás ligados à família. Será muito abençoado para casamentos e para a união, harmonia e amor — explica a mãe de santo Miriam de Oyá.


Fonte: Extra / Gospel+

Um exemplo de fé. Uma menina de Caruaru se dedica a ler e a decorar a Bíblia. Aos 10 anos de idade, Sara Raquel Rodrigues leva a palavra de Deus a vários lugares. Ela nasceu em Caruaru, onda ainda mora com os pais.
A história começou quando ela tinha um ano e oito meses, e sua mãe, Maria de Fátima Rodrigues, preparava uma apresentação de crianças para a festa de dia das mães da igreja. “Chegando nos últimos ensaios, as garotas diziam suas falas. No carro, Sara repetiu a parte de todas meninas. No outro dia, uma quinta-feira, eu já ensinei o salmo 23, e no domingo ela já passava a mensagem”, falou.
Com quatro anos, ela entrou na escola. Já lia e escrevia, e logo leu a bíblia toda. Aliás, ela está fazendo isso pela segunda vez. Quando gosta de um trecho de maneira especial, ela trata de decorar. Sabe falar, sem gaguejar, 31 capítulos. Ela tem sido convidada para aniversários, casamentos, batizados, cultos, e vai a todos, se apresenta para o público sem ficar insegura.
“É difícil eu ficar nervosa, porque faço isso desde pequena. Eu me sinto abençoada mesmo, por Deus”, disse Sara, que tem predileção pelos salmos.

Fonte: Pe 360graus